Quase todo mundo desse blog sabe que uma das minhas paixões é “Star Trek”, e essa série Discovery foi uma das melhores coisas que vi nos últimos anos, e fica no patamar de outra série sci-fi que aprecio muito, “The Expanse”, porém, amigos, paixão não tem jeito.

Nesse episódio final da temporada, há a conclusão da guerra iniciada acidentalmente por Michael Buhrnam, contra os klingons, e a principio a solução final é um ataque arrasador contra o mundo natal klingon… Liderados pela imperatriz Georgiou!!! Sim, a Federação nomeou a líder Terráquea do universo espelho capitã da Discovery, deixando atônitos Saru e a própria Michael.

Mas tal plano proposto por Georgiou, de extermínio planetário, pasmem, foi aprovado pela própria Federação, mas mantida em segredo da tripulação da nave.

Mas foi descoberto, e então Michael chamou a Almirante e disse que eles não iriam aceitar essa solução, pois esta não condiz com os altos princípios da Frota Estelar, e Saru diz, com apoio de todos da ponte, “Nós somos a Frota Estelar”!!!

Pra encurtar, a guerra acabou, e a Federação celebrou a tripulação dando nomeações e medalhas a todos, e Michael foi perdoada e reintegrada à Frota, e depois, vão para Vulcano, junto com Sarek, para receber o novo capitão da nave…

Tudo ia bem, até um alerta da Frota pipocar nos comunicadores da nave, e foi confirmada sendo de uma nave estelar…

Adivinhe quem???

U.S.S. Enterprise, liderada por Christopher Pike!!! E Spock nela!!!

E já com a hype alta pra segunda temporada.

Não contei tudo, assistam o episódio e, aproveitando o carnaval, façam a maratona da série.

Vida longa e próspera!!!