De acordo com informações do The Hollywood Reporter, o diretor da franquia Transformers é o favorito do estúdio para assumir o comando do projeto.

O cineasta Michael Bay, mais conhecido pelo excesso de tiros e explosões em seus filmes (além da saga Transformers) se reuniu recentemente com a DC Comics para discutir a possibilidade de dirigir um filme solo do Lobo, anti-herói galáctico da DC. O projeto deste longa-metragem está em desenvolvimento na Warner desde 2009. O cineasta Guy Ritchie chegou a ser contratado para dirigir a produção que mostraria o anti-herói chegando ao planeta Terra. O projeto teve atores como Dwayne Johnson e Will Smith cotados para assumir o protagonismo da trama, mas esses planos foram cancelados.

Segundo o Hollywood Reporter, Bay ainda não recebeu um convite oficial da Warner. No momento, o cineasta estaria conversando informalmente com a produtora, aguardando o resultado de um novo tratamento do roteiro, pois especula-se que o atual, de autoria de Don Payne, demandaria um investimento na casa dos US$ 200 milhões, algo improvável. A ideia, portanto, seria retrabalhar o texto – encargo de Jason Fuchs (Mulher-Maravilha) – para enxugar a produção. Assim, se Michael Bay ficar contente com a redução da proporção do projeto, é possível que torne-se o diretor de Lobo. O filme, possivelmente terá classificação para maiores 18 anos.

LOBO foi criado nos quadrinhos como uma resposta ao Wolverine, o violento mercenário alienígena viciado em charutos é o único sobrevivente do planeta Czarnia, depois de assassinar todos os habitantes para poder ser o único. Ele tem super força, super-resistência, olfato super-desenvolvido, capacidade de cura e regeneração, imortalidade e nenhuma moralidade. Pois bem, o Lobo (acredita-se) poderá ser, nos cinemas, a “resposta” da DC para o bem-sucedido Deadpool.

Ainda não há previsão de data para estreia.