Olá, Nerds! Para retomarmos nossa coluna agora em 2018, nada melhor que uma edição especial, certo?

Pois bem, devido a confusão que o episódio: “Despite Yourself” de Star Trek: Discovery causou, principalmente para os mais novos que estão voando nas referências, optei por trazer aqui algumas informações e curiosidades que auxiliarão até mesmo aos Trekkers mais antigos.

Primeiramente, é justo começarmos com uma rápida definição de: “UNIVERSO ESPELHO!” Trata-se na verdade de um, entre um número infinito de universos paralelos (como testemunhamos no episódio “Parallels” de Star Trek: A Nova Geração), sendo que este apresenta uma realidade mais sombria e violenta que o universo normal de Jornada nas Estrelas. E ainda há o curioso fato de que cada personagem fixo do universo “normal” tem uma contra-parte “maligna” no Universo Espelho. Outra importante característica é que neste universo, a humanidade é bélica e faz parte de um império fascista, com seus oficiais preocupados em se atraiçoarem. O primeiro episódio em que esse universo foi mostrado foi no 4º episódio da segunda temporada na série original (1967), intitulado: “Mirror, Mirror“. 

Neste episódio o Capitão Kirk e parte de sua tripulação acaba indo parar acidentalmente no Universo Espelhado. Lá, eles têm que fingir serem suas versões malignas, tentando entender como voltar para casa sem levantar suspeitas da versão maléfica e barbuda de Spock. 

Depois desta aventura, o Universo Espelho só retornou em Star Trek: Deep Space Nine, com o Dr. Bashir e a Major Kira sendo levados para lá no episódio Crossover. Passado cem anos após os eventos de Mirror, Mirror, os dois personagens descobrem que a exposição a este universo de membros altruístas do Universo Primário pode levar a uma reforma interna do Império.

Porém, isso vai fazer com que a Aliança rebelde escravize os humanos e os vulcanos. A série vai continuar a revisitar o Universo Espelho em um total de cinco episódios (“Crossover”, “Through the Looking Glass”, “Shattered Mirror”, “Resurrection” e “The Emperor’s New Cloak”) durante suas sete temporadas, ajudando a rebelião humana contra a Aliança.

Por fim, o Universo Espelho retorna em Star Trek: Enterprise, em um duplo episódio chamado In a Mirror, Darkly. Aludindo ao episódio da Série Original, The Tholian Web em que a nave estelar USS Defiant viaja para outra dimensão.

Aí, ficamos a saber que a versão espelho da tripulação da Enterprise pegou essa nave que teria viajado para o Universo Espelho, cem anos no passado. A versão espelho de Archer usa então essa tecnologia avançada para esmagar a rebelião que está lutando contra o Império e declara a si próprio Imperador. No final desse episódio duplo, a versão espelho de Hoshi Sato se declara Imperatriz após trair a versão espelho de Jonathan Archer.

Em termos cronológicos, esta aventura se passa cerca de cem anos antes da atual aventura do Capitão Lorca e sua equipe. 

Star Trek: Discovery parece que vai amarrar toda essa trama entrando no Universo Espelho como a Star Trek: New Generation deixou. Agora, a tripulação da USS Discovery acredita que ao descobrir a USS Defiant vai perceber como voltar para casa e por isso vai à sua procura.

UFA!!! Agora sim, você já pode voltar a assistir sua série!