Não há dúvidas que Wolverine está entre os personagens mais populares da Marvel. Prova disto é que ele aparecia em diversos grupos e ainda tinha sua revista solo. Mesmo atualmente depois de sua aparente morte em 2014, ele continua aparecendo em “cenas pós-créditos” nas revistas de alguns heróis (temos uma postagem recente sobre o por que disto) e também versões alternativas como o Velho Logan”

Mas nosso dossiê denuncia que originalmente Wolverine NÃO seria um mutante! E mais: descobrimos que o conceito original seria que Wolverine seria…..um carcaju (wolverine) evoluído!! Sim! É isto mesmo que você leu! Mas vamos partir do início…

Numa rápida viagem no tempo chegamos a estréia do personagem na revista Hulk # 181 (publicado no Brasil em 1974). Se você tiver esta revista em sua coleção vai notar que é interessante que ninguém chama Wolverine de mutante por um bom tempo.

Mas a certa altura da história, o governo canadense se refere a Wolverine como “Arma X” (que atualmente se tornou um nome ou designação de Logan, além de codinome de um programa governamental) como um mutante.

Por esta razão, Len Wein (que criou o personagem por sugestão de Roy Thomas, editor-chefe da Marvel) trouxe-o para a revista “All-New, All-Different X-Men” que havia desenvolvido ao lado de Dave Cockrum (os dois criaram quatro novos mutantes para o grupo – Tempestade, Colossus, Noturno e Pássaro Trovejante).

Wein acabou substituído por Chris Claremont, depois que Wein precisou abandonar algumas séries por ter sido promovido a novo Editor-Chefe (mas logo deixou o cargo, mas a esta altura, não achou certo retirar de Claremont as séries que lhe havia passado).

Em X-Men 98 (publicada em 1976 no Brasil), nós vemos Wolverine pela primeira vez sem sua máscara e descobrimos também que suas garras NÃO fazem parte de seu uniforme (como era a intenção de Wein), mas sim de seu próprio corpo.

Bem, e agora? Esta questão das garras não prova que Wolverine era um mutante? Não, se considerarmos o que Cockrum diz em certa entrevista, que acaba revelando que Wolverine NÃO era um mutante!!

Falando sobre esta história (criação de Wolverine, o novo grupo mutante, etc) com Peter Sanderson numa entrevista, Dave Cockrum confundiu uma geração de fãs ao dizer que originalmente ele pretendia que Wolverine na verdade fosse um carcaju mutado ou evoluído artificialmente.

Cockrum: No que diz respeito a sua origem, pretendíamos que ele houvesse mutado de um carcaju e….
Sanderson: Como um dos ‘Novos Homens’ do Alto Evolucionário?
Cockrum: Sim. Sim.
Sanderson: Ele poderia ter sido desenvolvido pelo Alto Evolucionário?
Cockrum: Possivelmente, não sei. Len e eu abandonamos a ideia, mas não acho que tenhamos chegado tão longe com ela.

Obviamente, quando a ideia foi abandonada, Len Wein não teve nada a ver com isto. Cockrum relembra que foi apenas DEPOIS que Wein teve de sair da série, que ele (Cockrum) e Chris Claremont vieram com a ideia de que Wolverine era realmente um mutante.

Cockrum também revelou que a ideia foi deixada de lado, porque “Stan Lee achou o conceito repugnante.”

E foi assim que a ideia foi abandonada FORA dos quadrinhos, mas o que é interessante é que demorou bastante para se mostrar que Wolverine era definitivamente um mutante NOS quadrinhos em si. Afinal como provar que um personagem é um mutante de qualquer maneira?